4

Conteúdo

Guia de SEO: Conteúdo

Considera-se conteúdo de um projeto digital: Todo texto;

  •  Arquivos de imagem;
  •  Arquivos de áudio;
  •  Vídeos;
  •  Arquivos como Docs, PDFs, apresentações, planilhas, etc;
  •  Além de todo e qualquer campo de apresentação textual.

IMPORTÂNCIA DO CONTEÚDO

Nos projetos digitais, o conteúdo é o grande responsável por atrair os visitantes e “avisar” os motores de busca sobre a existência das páginas web de um projeto. 

É a partir do conteúdo estruturado e otimizado que podemos obter sucesso num projeto de SEO.

COMO ENVOLVER SEU PÚBLICO DE FORMA CONSTANTE?

  • Textos exclusivos e bem escritos;
  • Mídias (fotos, vídeos, infográficos, cards e etc.);
  •  Recorrência, consistência e autoridade;
  •  E outras formas de conteúdo.

Um conteúdo otimizado (especialmente desenvolvido de acordo com a estratégia definida nos tópicos abaixo), pode agradar muito mais visitantes como também aos robôs de indexação dos motores de busca, colocando o projeto em vantagem competitiva frente a seus concorrentes nos mecanismos de busca.

CONTEÚDOS EXISTENTES

Ao desenvolver um projeto de SEO para um cliente, devemos analisar e revisar o conteúdo existente a partir de alguns parâmetros, conforme definimos abaixo

ANÁLISE DO CONTEÚDO E APLICAÇÃO DE PALAVRAS-CHAVES

A revisão de conteúdo deve ser pautada pelas palavras-chaves alvo do cliente (escolhidas em grau de importância para o negócio) e, de preferência, obedecer aos critérios de avaliação de concorrência, eventual segmentação de buscas locais e volumes quantitativos.

É fundamental verificar e ajustar a correta aplicação da palavra-chave em foco em todo conteúdo da página, independentemente do formato (título, url, descrição, texto, imagens, vídeos etc) para agregar qualidade na informação, além de melhorar a relevância da palavra-chave da página web nos mecanismos de busca.

CONTEÚDOS NOVOS

A criação de novos conteúdos deve levar em conta as palavras-chaves previamente diagnosticadas, incluindo também a diversificação do conteúdo a ser produzido e distribuído.

DEFINIÇÃO DE TÍTULOS, SUBTÍTULOS E DESCRIÇÕES

A definição do formato e das palavras-chaves que serão apresentadas nos títulos, subtítulos e descrições deverá obedecer a critérios estratégicos, pois a leitura por parte de robôs de indexação dos buscadores poderá estabelecer maior relevância aos campos destaca- dos no corpo da página.

TEMAS/PAUTAS

A escolha do tema a ser abordado em determinada página deve ser definida com a premissa de relevância, mediante a palavra-chave pesquisada pelo público-alvo nos buscadores ou ferramentas de busca.

O objetivo deve ser o de gerar maior engajamento de seu público, atingindo prioritariamente a atração de visitantes, além de minimizar ao máximo a rejeição dessa mesma página.

Vale também ampliar a produção de conteúdos e pautas contemplando todos os canais digitais do cliente (ex.: redes sociais, blogs, YouTube e outros agregadores de conteúdo), lembrando que cada canal tem sua linguagem e público próprios, sendo que adaptações serão necessárias nessa distribuição.

AUTORIA

É a indicação da pessoa (autor) responsável pela criação do conteúdo exibido em uma página. É possível ter vários autores publicando artigos em um portal, por exemplo.

Blogs possuem artigos que devem ser publicados com periodicidade. Tais artigos devem, necessariamente, possuir uma autoria (autor), e esta será observada pelos mecanismos de pesquisa. 

Esse fator sempre foi relevante para os bons resultados de posicionamento, e as regras estão mais claras recentemente, quando o Google atualizou seu guideline.

Vale ressaltar que a submissão do sitemap de autor é necessária. Então, recomendamos que todo artigo seja assinado pelo autor com um mini currículo

TIPOS DE CONTEÚDOS DESENVOLVIDOS

Artigos de blog

Podem ser produzidos no ambiente do cliente ou em ambientes externos (blogs dos segmentos e de influenciadores).

Sendo a produção no ambiente do próprio site (exemplo: <www.seudominio.-
com.br/blog>), podem reforçar a autoridade do mesmo no tema/palavra-chave em foco.

Se forem feitos em ambiente externo, outros blogs, por exemplo, são caracterizados como um trabalho de link building, que detalharemos no capítulo a seguir

Descritivos para e-commerce (produtos e suas categorias)

Em e-commerce, é fundamental que as principais palavras-chaves estejam nas descrições
de cada produto e categoria, assim como metatags, imagens e todos os itens que compõem a correta aplicação de técnicas e conceitos de SEO.

Nesse caso, é vital trabalhar a construção pensando como o usuário busca o produto, a fim de facilitar o posicionamento nos resultados de busca.

Recomendamos, ainda, a inclusão de links para outros produtos, categorias e artigos relacionados.

Mídias Sociais

Há indícios de que as marcas com maior presença social tendem a ter melhores posicionamentos nos resultados de busca, oriundos de tráfego direto. Essa recorrência pode levar ao aumento de posicionamento orgânico.

Sendo assim, recomendamos que os textos para esses canais sejam desenvolvidos com foco em SEO também, além do uso de # hashtags adequadas quando o canal tiver relevância sobre esse recurso (por exemplo: Twitter). 

Conteúdos Ricos (PDFs, e-books, checklists, planilhas, infográficos, podcasts e outros)

Conteúdos ricos tornaram-se mais populares a partir da disseminação de estratégias de inbound marketing. Porém, conteúdos como e-books, planilhas e infográficos podem estar presentes em seu site em diversos momentos, melhorando métricas de visitação de páginas e tempo de permanência.

Vídeos

O uso de conteúdo em vídeo é muito recomendado, uma vez que traz informação dinâmica e pode ser uma ferramenta ótima para melhorar a performance de um site

A plataforma do YouTube, por exemplo, é ótima tanto para link building quanto para atalhos para visitas orgânicas, onde ele é exibido em miniatura quando acionado com as palavras relacionadas. O YouTube também é uma plataforma do Google e, por isso mesmo, pega “carona” na confiança do motor de busca.

Caso um determinado site não esteja em uma boa posição, é possível explorar esse recurso do Youtube para ganhar uma boa representação nas pesquisas.

Guideline de conteúdo

Para a produção de conteúdo de um site, com a finalidade de obter melhores posicionamentos das suas palavras-chave, é fundamental ter um bom planejamento, desenvolver um calendário editorial com a produção equilibrada entre as personas e os temas de interesse, além de ser rigoroso na variação do conteúdo, autoridade e confiança sobre o que está publicando.

É importante equilibrar o volume de conteúdo com a densidade de palavras-chaves utilizadas e pensar que o conteúdo sempre precisa ser útil, pois dessa forma será melhor rankeado e atingirá mais pessoas.

Vale ressaltar que a produção de conteúdo com foco em SEO é sempre um conteúdo de atração, ou seja, de topo do funil, onde o usuário está no momento de pesquisa e descoberta de um tema. Portanto, os artigos em blogs são os conteúdos mais relevantes nessa etapa.

BLOG

  • Diferença entre Links Patrocinados e SEO

    Alguns dos potenciais clientes que chegam até a DGAZ, agência de SEO, nos questionam sobre como funciona nossa consultoria de SEO e mídias pagas. Então percebemos que entre as principais dúvidas estão as diferenças entre links patrocinados e SEO. Há quem pense que SEO e links patrocinados competem entre si, quando, na verdade, são estratégias […]

  • Tenho conteúdo mas meu site não ranqueia, o que que preciso fazer?

    Como uma agência de SEO que oferece consultoria de SEO, observamos as principais dúvidas de empresas e pessoas que possuem um site institucional ou um e-commerce. Conforme abordamos as técnicas de SEO, muitos nos questionam se apenas a produção de conteúdo para blog é suficiente para um site rankear bem um site no Google.  Então, […]

  • Como usar dados para identificar oportunidades de venda perdidas?

    Um dos maiores pesadelos dos empreendedores é ver seus sites ou lojas online perdendo vendas e conversões – apesar de todo o trabalho com Links Patrocinados e de um Projeto de SEO. Um formulário de contato que não é preenchido, um carrinho de compra abandonado Enfim, são situações que ocorrem, mas que podem ser contornadas […]